Não há resposta correta para isso ...

Esta é uma questão que nos perguntam frequentemente  - e a resposta depende totalmente de si, do que você quer ver e o clima que você quer ter.

Em primeiro lugar: as aves ... em Portugal, ao longo de todo o ano, existe uma enorme riqueza de espécies, mas também há uma enorme diferença de estação para estação.

A maior parte da migração ocorre durante março e abril na primavera, e em setembro e outubro, durante o Outono. Assim, embora existam espécies residentes presentes durante todo o ano, o que se vê  durante o inverno difere marcadamente do que se vê durante o verão. O número total de espécies observadas, também varia durante diferentes períodos do ano, com alguns pássaros que migram dentro do seu alcance e o aumento do número de indivíduos presentes em diferentes períodos do ano; por exemplo o Pisco-de-peito-ruivo, que na primavera e no verão são difíceis de encontrar no sul do país, mas durante os meses de inverno migram para esta zona e são vistos em todo o lado.

Outras espécies são apenas observadas nos períodos de migração, principalmente no outono, mas, nestas alturas, aparecem em grande número por algumas semanas; por exemplo o Chasco Cinzento,

 

completamente ausente na grande maioria do país ao longo do ano, parecem estar por todo o lado durante o final de setembro, quando eles se alimentam-se após os seus cruzamentos do Atlântico Norte, sendo que alguns até chegam diretamente do Canadá. Esta é uma das migrações mais negligenciadas, mas espectaculares de qualquer espécie no planeta.

A Galeria Taxonómica neste site tem uma breve descrição da maioria dos comportamentos das espécies e a distribuição durante as diferentes épocas do ano, e se é residente ou um visitante de inverno ou de verão. Aqui estão três pequenas colagens de algumas espécies presentes em diferentes momentos ao longo o ano.

Em primeiro lugar alguns residentes ...

Alguns visitantes de verão ...

   

E alguns de inverno ...


E alguns que são mais propensos a ser vistos durante a migração de outono. 


 

De seguida, o clima ... o que podemos dizer sobre isto hoje em dia? Essencialmente, os nossos padrões climáticos assemelham-se aos da Califórnia ou ao "sul da Inglaterra com uma inclinação de dois meses", ou seja, que perca os piores dois meses do inverno britânico, aproximando-se de janeiro e fevereiro, e têm dois meses de calor e tempo seco que no norte de Europa não há.

A primavera é um período muito especial em Portugal, que começa em fevereiro e continua até ao final de maio: nessa altura, especialmente no Alentejo, as flores são uma das maravilhas da natureza e uma jóia pouco conhecida da coroa europeia; no entanto, nunca se pode ter certeza do clima nesta época do ano e pode chover ocasionalmente.


Seguindo a primavera, sem a Corrente do Golfo que traz o clima húmido do mar, é raro chover no sul de Portugal durante os meses de junho, julho, agosto e a maioria de setembro, e durante esses meses a temperatura pode tornar-se bastante quente, até longe da costa. No norte é muito mais provável ter uma atmosfera mais temperada durante o verão, mas pode chover a potes e estar um clima muito frio durante o inverno.

Por outro lado, durante o inverno a ornitologia pode ser muito produtiva nesta metade do país, especialmente do ponto de vista fotográfico - visto o facto que não existe o problema do embaçamento do calor, a húmidade existente no ar pode ajudar a depositar o pó, e dias ensolarados, sem folhas nas árvores facilitam a observação de espécies que, normalmente, seriam difíceis de ver. 

Agora, que já dissemos tudo o que precede, sente-se mais sábio, ou continua a pensar? É o que eu pensava! Eu já estou a imaginar você a perguntar: "Sim, OK, mas quando é que você recomendaria?” e a resposta rápida seria que, existem três períodos em que uma viagem de ornitologia aqui é garantida ser um sucesso.

Em primeiro lugar, durante inverno, que se estende de dezembro a meados de fevereiro. Esta época do ano pode ser maravilhosa, a luz é clara, a vegetação brilhante e a relativa ausência de outros turistas dá incríveis oportunidades para tirar fotos.

A seguir vem primavera, a qualquer momento entre meados de fevereiro e final de maio, quando todas as espécies estão na sua melhor plumagem.

Por fim, a migração no outono, durante setembro e outubro, que é um período largamente ignorado, mas que é extremamente produtivo e um dos nossos favoritos. A ornitologia perto de Sagres durante esses dois meses é espetacular, e ás vezes dá para ver mais de 200 águias a voar por cima da sua cabeça enquanto que você toma um pequeno-almoço agradável no seu terraço - sim, nós temos um lugar bonito para ficar junto á costa em Sagres, para que você possa ver as aves a passar no seu caminho para a África. Não são só as águias, também há os bútio-vespeiro, abutre-do-egipto, torcicolos e todos os outros tipos de espécies grandes.

Portanto, a resposta à pergunta original?

A qualquer momento, é claro!